Débitos do MEI: saiba como parcelar o pagamento

Atualizado: Mai 9

Conteúdo produzido para o blog do Sebrae/SC.


Em 2018, a Receita Federal cancelou o CNPJ de 1,37 milhão de empreendedores individuais. O motivo foi a falta de pagamento das taxas, tributos e a prestação de contas dos microempreendedores. Os profissionais com débitos do MEI não podem mais utilizar o CNPJ cancelado, ficando irregulares e ainda correm o risco de ter o CPF inscrito na dívida ativa. Para evitar esses problemas, o profissional deve regularizar a situação do MEI em atraso. Confira o artigo completo.

0 visualização

© 2020 by Tem Conteúdo